abdomen definido

Simmm, a barriga acima me pertence, e depois de 2 filhos, é inegável que eu me orgulhe dela! Semana passada eu falei sobre os diferentes tipos de dieta, e expliquei superficialmente qual a dieta que minha nutricionista, a Dra. Edilene Jorge me prescreveu. Meu objetivo não é emagrecer, e sim, diminuir a porcentagem de gordura do meu corpo. Por quê? Para ser mais saudável, e por consequência, mais bonita… Ahhhh tá, que você não queria ficar mais bonita(o)? No fundo todo mundo quer… Assumir é que é um perigo, pois as más línguas, podem dizer que você “se acha”!

Mas vamos ao que interessa, vou mostrar aqui um pouco do que eu como, meus pratos caseiros, as refeições que eu e a minha família fazemos, mostrando que não é nada radical, e que além de saudável, é gostoso!

café com óleo de coco

O livro de receitas da Bela Gil não é meramente figurativo, eu ganhei da minha mãe, e de vez em quando me aventuro na cozinha, aprendendo a fazer alguma receita saudável que ela indica! Mas o essencial nesta foto é o café. Eu amolo café, e como não tenho nenhum problema ao ingeri-lo, ele está liberado (2 xícaras por dia, antes das 17:00 para não atrapalhar o sono). Neste momento estou treinando o paladar para gostar do café sem açúcar, confesso que ainda estou achando amargo, mas eu chego lá! A Dra. Emilene me indicou uma colher rasa de óleo de coco, no café preto que eu tomo de manhã, para dar energia, e acelerar o metabolismo, além de aumentar a saciedade. Amo!

Junto ao café, uma torradinha de pão funcional (sem glúten, sem lactose, sem açúcar, sem ovos, sem leite… eu sei, parece coisa de outro mundo, mas eu juro que é gostoso. Eu compro na Mundo verde). Em cima do pão, eu coloco granola e mel orgânico, ou ovo “frito” sem óleo na panela antiaderente. Eu uso a panela da marca Happycall que dispensa óleo, eu comprei a minha na Casa Design, aqui em Cuiabrasa.

O ovo "frito" sem óleo na antiaderente

Vocês vão notar que nos meus pratos cotidianos não tem nada demais, afinal a minha nutri é adepta ao conceito: Na dúvida, planta e bicho! Não tem erro!!! De segunda à sexta não como arroz, nem batata,  nem pão branco, nem doces, e tento ao máximo não consumir industrializados, embora eu ameeee… Lembrando que eu sou geração Doritos com coca… Eu sei! É péssimo!, por isso, mudei. Enfim, já está mais que consagrado, que grande parte da obesidade mundial vem da dieta rica em açúcar, carboidratos e industrializados… Então de segunda à sexta, eu sigo à risca: Vegetais, proteínas, e frutas!

comida saudável

prato com bife e salada

Processed with VSCO with a5 preset

prato saudável 2

Processed with VSCO with hb1 preset

Sempre tem couve, rúcula, alface, brócolis, tomate, cenoura, e uma carne feita sem óleo, com ingredientes frescos. Comemos peixe, frango, carne suína, e de boi, porque na nossa dieta, a proteína, é a grande fonte de energia. Meus filhos comem a mesma coisa que eu, com a diferença que comem arroz, e de vez em quando uma farofa de banana, como bons cuiabanos.

Usamos de tempero, todos da linha Mundo Verde (se parecem com Mr. Dash, mas são mais baratos) são naturais, feitos com ervas e especiarias, sem nada de sal. Salgamos os alimentos sempre com cuidado para não exagerar, com sal rosa do Himalaia (não é frescura, ele realmente é mais saudável) moído na hora, sempre na finalização dos pratos, pois salsinha, cebolinha alho, cebola, e os temperos de ervas, já deixam a comida bem gostosa.

Bem, é isso! Espero ter dado uma luz à vocês, e convido a participarem do #nossoprojetofit, junto comigo! Etapa 1: DECISÃO, etapa 2: MUDANÇA DE HÁBITOS, etapa 3: REEDUCAÇÃO ALIMENTAR E FÍSICA. 

Meu intuito jamais será de substituir a nutricionista, e sim de dar mais ferramentas para vocês continuarem. Portanto vamos lá! E sempre procurem acompanhamento especializado, porque faz toda a diferença!

Bjo bjo bjo!