CRIANDO A MINHA MARCA

31 de agosto de 2016

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email

Livros para posicionamento de marca

Muita gente me pergunta onde encontrar o caminho para a criação e o fortalecimento de sua marca no Mercado. Seja um pequeno negócio de bolos caseiros, uma loja de roupas, um salão de beleza, ou uma carreira de maquiador, psicólogo, dentista, advogado…

O primeiro passo: Entender o seu negócio! Esse passo é imprescindível, porque é através dele que você vai entender como divulgar a sua marca, e que caminhos seguir. O que eu “vendo”? Para quem? Onde? Quem são meus concorrentes? Onde eu quero chegar? De preferência, escreva essas respostas em um papel, pois escrever, faz com que você elabore melhor as respostas.

Aprofundando mais ainda, você pode enumerar as principais qualidades do seu concorrente direto, e os principais erros ou deficiências. Isso vai te dar uma luz sobre o que fazer, e melhor, o que NÃO fazer.

Vamos aos livros, em ordem de preferência de leitura:

  1. PERSONAL BRANDING – Arthur Bender: Esse livro deveria ser matéria escolar, porque ele define de forma muito direta e prática, como posicionar a sua marca. Se você adota-lo como apostila da vida, seguir os passos, fazer as listinhas, e colocá-lo em prática, tenho certeza que você já estará no caminho certo;
  2. GERAÇÃO DE VALOR – Flávio Augusto: Esse empreendedor, que nasceu em uma família simples na periferia do Rio de Janeiro, e hoje é o bilionário e bem sucedido dono do time de futebol Orlando City, conta como “pensar fora da caixa”, e criar uma verdadeira revolução na sua vida profissional. O livro é leve, divertido, ilustrado, fácil de ler, e ajuda a instigar o pensamento criativo;
  3. PAIXÃO E SIGNIFICADO DA MARCA – Arthur Bender: Neste livro o autor dá continuidade ao que foi colocado em Personal Branding, destacando o que leva uma marca ou um profissional a se tornarem referência em seu Mercado. E mais, como tornar seus clientes, verdadeiros propagadores da sua marca, através da emoção, e da paixão. Como se diz no Mercado de Marketing de Relacionamento: Como se tornar uma “Lovemark”;
  4. QUEBRE AS REGRAS – Seth Godin: Um livro que tem a mesma dinâmica leve e divertida do Geração de Valor, muuuuito rápido de ser lido, e que auxilia a prática do pensamento criativo;
  5. BRANDING, A ARTE DE CONSTRUIR MARCAS – Marcos Hiller: O tipo de livro que a gente lê em “uma sentada só”. Muito objetivo e claro no que concerne à construção, posicionamento e fortalecimento da sua marca;
  6. VOCÊ É A SUA MELHOR MARCA – Jussier Ramalho: A história do autor por si só já encanta. De origem humilde, ele criou um “case” de sucesso com sua banca de revistas (a Banca Prática). Que hoje é um modelo de negócio a ser copiado e admirado. Palestrante, empreendedor do ramo imobiliário, Jussier mostra em seu livro, que todo mundo pode fazer diferente, mesmo sem recursos financeiros;
  7. MARKETING NA ERA DIGITAL – Martha Gabriel: Depois que você já leu todos os anteriores, com certeza vai querer comunicar a sua marca, e as Redes Sociais são, com certeza, o melhor lugar para isso. Mas aqui nasce um imenso ponto de interrogação: Como propagar minha marca nas Redes Sociais? Este livro, de fato mais complexo e de aprofundada leitura, trás uma excelente perspectiva do Mercado Digital.

Com essa biblioteca, uma boa dose de força de vontade, e dedicação, eu tenho certeza que a sua marca já vai nascer forte! E se ela já existe há muito tempo, e vem encolhendo a cada dia, com essa leitura, você pode retomar o crescimento e se posicionar no topo do Mercado. Não se trata de verba financeira, tempo ou condições propícias… Existe um quesito chamado empenho e vontade, que serão cruciais na sua trajetória. Vamos lá???

Me conte se vocês gostam deste tipo de post, e o que mais gostariam de ver por aqui? Lembrem-se de apertar o coração do cantinho direito e deixar o seu like, pois a sua opinião é muito importante para mim.

Bjo bjo bjo!



VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

EMPREENDA: COMO FAZER UM BLOG?

19 de maio de 2016

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email

 

Como fazer um blog, e ganhar dinheiro com ele? Como conseguir clientes para um blog? Como fazer um blog ficar conhecido? Como encontrar assuntos para um blog? Que plataforma usar? Nossaaa, quantas perguntas! O fato é que há 7 anos, desde que comecei o ofício de blogueira, eu venho recebendo essas e outras perguntas, bem complexas e particulares, para serem respondidas em um e-mail ou comentário de Rede Social.

Então partindo da premissa que blogar seja compartilhar conteúdo, em sua mais pura essência, eu resolvi compilar dicas e aprendizados que fui adquirindo com o passar destes anos, para montar esse post para vocês. Uma pena que à época, ninguém havia publicado algo semelhante para facilitar a minha vida, e peço perdão a quem esse assunto não interessa, porque o post será longo. Mas posso falar? Todo mundo deveria ter um Blog! Não, eu não pirei. Não estou dizendo que você deve virar blogueira(o) profissional, o que estou dizendo é que um blog serve para organizar idéias, compartilhar Hobbies, compilar trabalhos realizados nas mais diversas profissões. É uma forma de catalogar a vida, e deixar lá, para você e quem mais quiser ler, de qualquer lugar do mundo. Monetizar através de um blog é outra estória, que também vou falar nesse post.

1) COMO FAZER UM BLOG?
Existem 2 caminhos: Você pode ler alguns posts sobre como criar um Blogspot (caso do meu blog, sim, pasmem!) ou você pode fazer um curso sobre como criar um WordPress, se encaixando no perfil: Faça você mesmo! Dá mais trabalho, porém o custo é mínimo. Se você tem zero tempo, zero aptidão, e zero paciência, você pode escolher o segundo caminho que é pagar alguém para fazer. Os custos de pagar para fazer variam muito, pois tem webdesigner que cobra R$1000 para te entregar um blog pronto, e tem empresas e designers que cobram R$10.000 para fazer o mesmo.

Entenda: Existe um trabalho de layout, que é a “cara” do Blog, o que chamamos de interface ou aparência, e existe um trabalho de programação, que envolve, funções (plugins), códigos, colocar para funcionar todas aquelas coisas lindas que nosso layout precisa ter. É importante quando você for contratar, perguntar se o serviço inclui tudo isso.

Para encontrar layouts semi-exclusivos, ou seja, feitos por um designer, com uma “carinha” bonita, mas que porém, não foi feito unicamente para você, eu indico o Creative Market, eles têm lindos layouts para blogger (ou blogspot) e para WordPress.

2) BLOGSPOT, WORDPRESS OU PLATAFORMA INDEPENDENTE? 
Eu conheço blogueiras que contrataram serviços que fizeram o blog do zero, em plataformas exclusivas. Ok, pode ser bacana ter algo que teoricamente ninguém vai poder copiar, o problema é que o dia que você não estiver mais feliz com a empresa que fez o seu blog, pode ser que nenhuma outra empresa ou programador, entenda a maluquice do seu código, e aí, você fica preso àquela determinada empresa. O blogspot é o mais fácil, se você é autodidata, e quer fazer tudo sozinho. Se você colocar no Google: Como fazer um blog no blogger? Ou Como fazer um blog blogspot? Vai encontrar vários tutoriais legais, e vai perceber que é mais fácil do que você imaginava. Se eu fiz o meu, há 7 anos atrás, quando entendia zero desse assunto, você consegue! Porém, te digo uma coisa, exatamente por ser “fácil”, ele é bem limitado, a caixa de comentários não funciona direito, e você estará fadado ao arroz com feijão. Quero deixar claro que, às vezes é melhor começar com arroz com feijão, aprender, evoluir, testar se vai dar certo, para só então comprar o caviar, entende? Já o WordPress, é a plataforma queridinha das queridinhas! Praticamente todos os blogs reconhecidos nacionalmente e mundialmente estão nela. Simplesmente porque o WordPress é uma plataforma de código aberto, onde programadores do mundo todo podem contribuir, “inventando” funcionalidades, acrescentando novidades, inclusive elementos de SEO (que estimulam sua página a ser encontrada pelos motores de busca/Google) porém, é praticamente impossível um leigo fazer um blog no WordPress funcionar sozinho. Depois de muito resistir, este ano vou migrar (já migrei) o Mala com Rodinha para o WordPress, o que me implica estudar insanamente a plataforma (sou dessas!).

3) BLOGAR SOBRE O QUÊ?
É nessa perguntinha inocente que mora a chave de tudo! Você deve blogar sobre um assunto que realmente entenda, ou fazer um blog do tipo: Aprendendo a cozinhar, onde você vai narrar a incrível aventura de um zero na cozinha, se tornar chef! As pessoas vão admirar a sua honestidade, rir com seus erros, aprender com seus acertos, e viver esta saga junto com você. Tem um filme interessantíssimo chamado Julie & Julia, que conta uma estória assim. O que não dá é você querer se tornar uma blogueira de Moda, sendo que entende patavinas do assunto. Ou ser blogueira Fitness, sem praticar exercícios… Gente mediana, para não dizer medíocre, é o que mais tem por aí. Deixando claro que não estou falando sobre ser linda, rica ou qualquer coisa do gênero. Eu não sou nenhum modelo de beleza, e sorry, vivo muito bem, porém ainda não fiquei rica, e estou aqui, sendo blogueira de estilo de vida, falando de viagens, moda, etc. O fato é que minha formação acadêmica é Moda, sou viajante de carteirinha, e fui aprendendo a compartilhar isso ao longo dos tempos. Comecei o blog sem a pretensão de ganhar dinheiro, fui escrevendo, as pessoas foram gostando, e os parceiros foram aparecendo. Portanto escreva sobre decoração, jardinagem, medicina, artesanato, maquiagem, livros, filmes… Desde que este assunto lhe seja natural, algo que você discorra com paixão e facilidade.

4) COMO CONSEGUIR PARCEIROS?
Antes de tudo, comece a blogar! Crie uma audiência, ganhe experiência, avalie seu engajamento (leia-se conexão com as pessoas), para só então ir atrás de parcerias. A maior parte das pessoas faz o processo contrário. Vejo mães gastando rios de dinheiro, comprando blogs para seus filhos, fazendo grandes festas de lançamento, prospectando parceiros, sem saber se eles estão prontos para isso, se vão dar resultado. Já teve blogueira que eu conheci proximamente, que gastou fortuna para tornar seu blog conhecido da noite para o dia, e que hoje, não existe mais (na blogosfera). Não é assim que seu blog vai dar resultado, e no começo você pode atrair clientes com uma plataforma bonita, atrair leitores com um investimento massivo em divulgação, mas se você não tiver verdade e aptidão, os parceiros irão desistir, os contratos irão desaparecer, os leitores vão cansar, você vai descobrir que não era aquela oitava maravilha do mundo que você imaginava, e sua carreira vai ser luminosa e rápida como uma estrela cadente. Portanto comece, faça com amor, construa uma audiência, e só então aceite clientes.

5) PROSPECTAR OU ESPERAR OS PARCEIROS?
Faça um bom trabalho e as empresas irão te procurar! Todos os meus parceiros até hoje me procuraram. Todos eram meus leitores, ou foram indicados por leitores, e chegaram até mim, porque o burburinho entorno do meu trabalho foi bom. Grande parte deles está comigo há mais de 3 anos, com contratos que renovamos a cada 6 meses. Eu sou apaixonada por meus parceiros, cuido dos negócios deles, converso, procuro sempre dar boas idéias, vou sempre além da minha “obrigação” de postar. Mas, se for o caso, quando você já estiver segura(o) de que seu blog dará resultado, ligue nas empresas que almeja ter parceria, peça o contato do responsável pelo Marketing e envie seu Media Kit, solicitando uma reunião.

6) COMO FAZER UM MÍDIA ou MEDIA KIT?
O Mídia Kit é o seu portfólio, ele apresenta você, o seu blog, explica assuntos que você aborda, fala sobre seus números nas Redes Sociais e no próprio Blog. Você pode colocar depoimento de clientes, históricos, e tudo que enriqueça a sua carreira. Nele você pode ter preços de postagens avulsas nas Redes Sociais e no blog, além de planos de parcerias, por 4 meses por exemplo, dando descontos para os clientes, oferecendo hot banner, valor por presenças em eventos, etc. É um portfolio e tabela de preço, falando de forma simples e direta, geralmente feito no power point, ou word e salvo em Pdf.

7) COMO ME TORNAR CONHECIDO:
Faça parceria com outros bloggers, aposte nas Redes Sociais, implemente técnicas de SEO, invista em Adwords (se puder), estude muito. Seja assíduo com os posts, sempre atualize seu blog, jamais pratique o “Ctrl C Ctrl V”, o google sabe quem copia e cola conteúdo, Tenha uma escrita de qualidade, use fotos bem produzidas, hoje um bom smartphone pode fazer milagres, mas assim que puder, contrate um fotógrafo. Responda as pessoas, seja gentil no offline também. Aposte no Facebook, Youtube, Instagram, Snapchat, Pinterest, Tumblr, Twitter… Aprenda sobre Redes Sociais, e jamais minta para si mesmo, copiando alguém ou escrevendo sobre coisas que não acelerem seu coração. Aposte em Vídeos, porque Vlogs são a grande febre do momento.

Bem, basicamente é isso! Esse assunto rende um livro cheio de páginas recheadas de dicas e aprendizados. Quem sabe um dia! Espero ter ajudado, e quero feedbacks.

Sucesso na empreitada! Blogar dá trabalho, mas é maravilhoso!

Bjo bjo bjo!



VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

OS 10 MELHORES BLOGS DE VIAGEM

24 de novembro de 2012

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email
Os 10 melhores blogs de viagem, dicas perfeitas para quem ama viajar e deseja viver uma aventura diferente, conhecer os lugares mais bacanas, acertar o “Dress code” do país e levar dinheiro suficiente para não passar aperto. Outro dia um amigo meu disse que não ia para Vegas em fevereiro porque ele não tinha dinheiro (detalhe, ele anda de BMW). Eu perguntei para ele quanto ele pensava ser necessário para passar 8 dias em Vegas??? “Ah uns 20 mil Reais…” Pára tudo! Com R$20.000 euzinha vou para Vegas, Los Angeles, New York e Miami, mas esta sou só eu, uma viajante alucinada que acha muito mais bacana o viver do que o ter! Pois existem blogs de viagem que você, de espírito aventureiro, também vai amar explorar. Portanto eu selecionei os 10 MELHORES BLOGS DE VIAGEM, no Ranking Maysa Leão (dizem que ela é gente boa… Hahaha!) Confiram:

3) VIAJANDO BEM E BARATO PARA A EUROPA:

A idéia é despertar em vocês o espírito viajante, ou aguça-lo! Esses blog foram escolhidos a dedo e eu tenho certeza que pelo menos uns dois vão captar seu coração. O mais tradicional é o “Viaje na Viagem” do Ricardo Freire, o meu favorito é o “Matraqueando”, O “Nós no Mundo” também é muito legal, na verdade todos merecem um click e o julgamento particular de vocês a respeito. Para conhece-los é só clicar no nome e migrar. Boa leitura e uma excelente viagem!!!
Bjo bjo bjo!


VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

INSTAGRAM

@MAYSALEAO