DICAS DE FLORIPA: TOP 20 RESTAURANTES

29 de dezembro de 2015

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email
Os melhores restaurantes de Floripa??? pretensioso esse post, né?! Porque o conceito de melhor é bem subjetivo, porém como sou gastrônoma de carteirinha, minha família também o é… Com a ajuda preciosa da minha tia Meire, que mora aqui na ilha há 20 anos, compilamos 20 nomes para vocês se aventurarem na Ilha da Magia. A comida típica daqui inclui frutos do mar, pescados fritos, sequência de camarão, Anchovas, Congrios e moquecas deliciosas… Mas não pense que Florianópolis se resume às delícias do Mar, pois você pode comer massas incríveis, carnes suculentas, risotos e muitas outras especialidades. Se o seu lema é o da boa mesa, prepare seu bloco de notas, porque dicas preciosas vem aí! INSPIREM-SE:
Endereço: Rua Felipe Schmidt, 1333, Centro, Fone: (48) 3225-0913.
Site: (aqui)

2) PONTA DAS CARANHAS (ENTRE PRAIA MOLE E BARRA DA LAGOA)
Endereço: Rodovia Jornalista Manoel de Menezes, 2377, Barra da Lagoa, Fone: (48) 3232-3076.
Site: (aqui)

3) RANCHO AÇORIANO (ITAGUAÇU E RIBEIRÃO DA ILHA)

Endereço: Rua Baldicero Filomeno, 5634, Ribeirão da Ilha, Fone: (48) 3337-0848.
Site: (aqui)

4) MACARRONADA ITALIANA (CENTRO)

Endereço: Avenida Jornalista, Rubens de Arruda, 2458, Fone: (48) 3223-2666 ou 3028-2666.
Site: (aqui)

5) ARMAZEM DA PASTA (SHOPPING IGUATEMI):


Endereço: Av. Madre Benvenuta, 687, Shopping Iguatemi.
Facebook: (aqui

6) FORNERIA CATARINA (BAIRRO SANTA MÔNICA):
Endereço: Av. Madre Benvenuta, 1248, Bairro Trindade, Fone: 3236-0633.
Site: (aqui)

Endereço: Rua Salvatina Feliciana dos Santos, 77, Itacorubi, Fone: (48) 3334-2069.
Site: (aqui)

8) OUTBACK (BEIRAMAR SHOPPING)

Endereço: Shopping Beiramar, Rua Bocaiuva, 2468.

Endereço: Shopping Beiramar, Rua Bocaiuva, 2468.
 
Endereço: Rua Visconde de Ouro Preto, 559, Centro, Fone: (48) 3224-6448.
Site: (aqui)
 
Endereço: Rua XV de Novembro, 147, Santo Antonio Lisboa, Fone: (48) 3234-4219 ou 9962-1882.
Site: (aqui)
 
Endereço: Estrada Haroldo Soares Glavan, 1166, Fone: (48) 3335-6003.
Site: (aqui)

Endereço: Rua Presidente Coutinho, 652 Centro, Fone: (48) 3371-6830.
Site: (aqui)

Endereço: Rodovia Baldicero Filomeno, 7640, Ribeirão da Ilha, Fone: (48) 3337-5711.
Site: (aqui)

Endereço: Av. das Rendeiras, (ao lado do Maria Farinha), Lagoa da Conceição.
Site: (aqui)
Endereço: Av. João Rubens de Arruda Ramos (paralela à Beiramar Norte), 1560, Fone; (48) 3222-1455.
Facebook: (aqui)
Endereço: Rua Altamiro Guimarães, 260 Centro, Fone: (48) 3037-2828
Facebook: (aqui)
 
Endereço: Rua Alves de Brito, 178, Centro, Fone: (48) 3223-1220.
Site: (aqui)

Endereço: Av. dos Pampos, Jurerê Internacional, Fone: (48) 3282-1816
Site: (aqui)

20) PONTA D’AGULHA COSTELARIA (SANTO ANTONIO DE LISBOA):

Endereço: Rodovia SC 401, 7626, Santo Antonio de Lisboa, Fone: (48) 3338-2850.

Tripadvisor: (aqui)

Restaurantes para todos os gostos e bolsos, se a temporada for curta e você tiver que escolher: Taberna Ibérica para um bacalhau perfeito, e uma vista incrível (importante fazer reserva), Ponta das Caranhas para um visual lindo da Barra da lagoa, e uma moqueca de cair o queixo, Papparella para uma pizza “vero italiana”, peça a salada do zé, de entrada (gigante, a vasilha vem forrada de carpaccio, com pedacinhos de queijo, pizza, palmito, e um tempero perfeito! Comida típica da Ilha + lugar lindo + atendimento bacana, vá ao Rancho Açoriano em Ribeirão da Ilha, a mesma vibe, tem o Ostradamus, que em frente tem um Café maravilhoso. Sofisticação + paladar apurado + badalação, tem o Donna em Jurerê Internacional, Camarão BBB (Bom Bonito e Barato) no Bokas III da Lagoa da Conceição. Uma massa deliciosa, com o conforto de um Shopping Center completo: Armazém da Pasta no Iguatemi. Se puder, visite um a um, pois cada indicação desta lista tem seu charme!

Eu fechei minha última viagem à Floripa com a CVC. Porque fechar com uma loja CVC, e não apenas em sites? Porque se der algum problema, você tem o whatsapp da loja ou melhor, da pessoa que te atendeu. A CVC do Shopping 3 Américas daqui de Cuiabrasa, é expert em montar pacotes bacanas e a equipe é encantadora. Fone: (65) 3313-1040 ou whatsapp (65) 9263-8913. 

Bjo bjo bjo e bom apetite! 


VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

DICA DE VIAGEM: O MELHOR DE FLORIANÓPOLIS!

15 de dezembro de 2015

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email

 

E aí fashionistas, vamos viajar??? Vamos para Floripa? É a sétima vez que vamos a Florianópolis, e eu acho pouco! Hahaha! A Ilha da Magia é mesmo apaixonante, faz jus à fama de Capital da Qualidade de Vida, e tenho uma coisa importante a te dizer: Floripa não se resume a Jurerê Internacional! O manezinho da Ilha, apelido carinhoso do nativo de Florianópolis, é muito caprichoso e receptivo. A cidade tem largas avenidas, cruzamentos gigantes, e tudo o que uma grande metrópole precisa ter, porém conserva o charme das cidades pequenas, e em algumas regiões como Ribeirão da Ilha ou Santo Antônio de Lisboa, temos a sensação de que o tempo parou por ali, no melhor dos sentidos.
Conhecida por suas 42 praias, por mulheres bonitas, turistas argentinos e paulistas, aumentando a multidão que invade a cidade no verão, por ricos e famosos assíduos em Jurerê Internacional, pelo Surf, pela limpeza e urbanização impecável, pelos engarrafamentos gigantes na saída da praia, pelas festas incríveis, pela gastronomia açoriana, pela arquitetura moderna, em perfeita sintonia com a influencia portuguesa do período de colonização… Posso te dizer mais uma coisa: Floripa não se resume a tudo isso! Tem sempre muito mais para desvendarmos! Então, vamos por partes:

A principal Avenida da Ilha se chama Beira Mar Norte, é uma avenida larga, que te conduz do Centro aos bairros mais nativos como Agronômica, Trindade e Santa Mônica, além de ser o caminho obrigatório de quem entra na Ilha, rumo às praias. Um dos ícones da Beira Mar Norte, é a ponte Hercílio Luz (foto acima) desativada, porém não menos encantadora. Não acelere o carro, mirando Jurerê, sem olhar para trás… Já no Centro da cidade, você terá a oportunidade de se apaixonar pela Ilha da Magia.

CENTRO DE FLORIPA:

O Mercado Público de Floripa é realmente encantador, localizado junto ao Largo da Alfândega, atrai turistas e locais, especialmente aos sábados. Se você estiver de férias, aproveite para ir durante a semana, e não deixe de comer um recheadíssimo pastel de camarão do Box 32! Para quem é alérgico, ou não gosta de frutos do mar, existem outros sabores também. A cachaça do Box 32, e os kits de pimenta, são ótimas lembranças para quem deseja levar um pouquinho de Floripa para casa. Além de vários restaurantes, existem peixarias, empórios, lojas de roupas e calçados no Mercado Público.

Essa imagem de Hermínio Nunes é composta por 26 fotos sequenciais, gerando uma visão ampla da Catedral e da Praça XV
Famosa Figueira Centenária da Praça XV de Novembro
Palácio Cruz e Souza (antiga sede do Governo) hoje Museu Histórico

No entorno da Praça XV de Novembro, há muito o que ver! Ali na praça vive a famosa Figueira Centenária, que ocupa quase a praça toda. Em frente a praça está a Catedral de Florianópolis, e ao lado, o Palácio Cruz e Souza (antiga sede do Governo de Santa Catarina) que hoje abriga o Museu Histórico.

ONDE SE HOSPEDAR NO CENTRO:
Os hotéis mais chiques da região estão localizados na Av. Beira Mar Norte, próximos ao Shopping Beiramar (o mais antigo e tradicional da cidade) e à Rua Bocaiuva: Sofitel, Majestic e Blue Tree.

Com valores de tarifas mais amenos, e localizados mais no meio do Centro da cidade estão o Valerim Plaza, Ibis Florianópolis, Intercity Premium e Mercure Florianópolis Centro.

Obs: É bacana se hospedar no Centro se você deseja explorar praias de diferentes regiões da cidade, fazer passeios mais intimistas, e conhecer um pouco mais da Ilha.

Mirante do Morro da Cruz
Trapiche na Av. Beira Mar Norte, onde acontece a queima de fogos do Reveillon

Outros pontos que valem a pena visitar na Beira Mar Norte, são o Morro da Cruz, que proporciona vistas incríveis da cidade, e a região do Trapiche. Além disso, seguindo adiante, passando o entroncamento que leva às praias, você encontrará o Shopping Iguatemi, na Av. Madre Benvenuta, 687, que é uma excelente opção para dias de chuva.

Ok, São 42 praias, mas aceite que você não vai conseguir conhecer todas, então falaremos das “principais”, no ponto de vista da Maysa (essa blogueira cuiabana, apaixonada por Floripa), e assim você não pira na sua ida à ilha, tentando ser onipresente!

LAGOA DA CONCEIÇÃO:

Localizada no Centro geodésico da Ilha, a lagoa é o lugar de escolha dos estudantes, dos apaixonados por esportes como Stand Up Paddle, Wind e Kite Surf, Vela, Caiaque, e outros. A vida noturna na Lagoa é super agitada, tem muitas opções de bares, sorveterias, restaurantes, pubs… Aliás, a Lagoa merece um post só dela! Na rua das Rendeiras você encontra artesanato, sequências de camarão (uma espécie de rodízio de frutos do mar, peixe, e em especial camarão), além de uma área ótima para banho com crianças, e passeios legais como pedalinho. Há quem ame, e quem odeie (eu não consigo entender) a Lagoa da Conceição, por isso, reserve um dia para conhece-la, de preferência um dia que você passe pela famosa Praia da Joaquina (não aconselho ficar por lá), nas Dunas, e Praia Mole (minha queridinha de Floripa).

ONDE SE HOSPEDAR NA LAGOA? 
Don Zepe (bem na Muvuca), Hola (vibe de Pousada), Quinta das Videiras (mais chiquetoso) e Pousada das Palmeiras (opção aconchegante), a Pousada Ilha da Magia, fica mais próxima à Praia Mole, e é uma excelente opção para quem deseja ficar mais ao Leste da Ilha.

BARRA DA LAGOA:

Na Barra da Lagoa fica a sede do PROJETO TAMAR, que ajuda a preservar a vida das tartarugas marinhas. O local é aberto para visitas na Alta Temporada, das 10:00 às 19:00, o valor da entrada é R$12 inteira e R$6 meia (como essa informações podem sofrer alteração, é bom acessar o site oficial).


COSTA DA LAGOA:


Saindo da Rua das Rendeiras, na Lagoa da Conceição ou do Parque Florestal Rio Vermelho, que fica entre a Praia de Moçambique e a Barra da Lagoa (perto do Projeto Tamar) você pega um barco rumo a este povoado que vive de pesca e turismo, chamado Costa da Lagoa. O passeio é muito legal, custa em média R$20 por pessoa (ida e volta), e demora cerca de 10 minutos, saindo do Parque Florestal ou 30 minutos, saindo do Centrinho da Lagoa da Conceição. Tem restaurantes bem bacanas, lojinhas de artesanato, e um clima bem Manézinho da Ilha! O restaurante Cabral é o mais famoso, tem um ambiente bem bonito, uma prainha bacana para a criançada ficar e dizem que a isca de Carapeva (um tipo de peixe da região) frita é dos deuses (preciso experimentar)!

LESTE DA ILHA

PRAIA MOLE:


A minha praia favorita, fica depois da Lagoa da Conceição, à esquerda, em uma super subida! É uma praia de areia mole (daí o nome, Praia Mole), com vários estacionamentos anexos, para chegar até ela, é preciso andar pelas trilhas que saem dos estacionamentos (caminhada de 2 minutos). Os Quiosques e paradores na beira da praia têm uma estrutura super legal, a comida é boa, o serviço também. O Barraco da Mole é o point mais famoso, mas no Verão sempre tem novidades, inclusive “sunset parties” (festa ao por do sol) promovidas por marcas de cerveja.

ONDE SE HOSPEDAR NA PRAIA MOLE?
O forte nessa região não são os hotéis, e sim as casas de veraneio, porém do outro lado da estrada existe o Praia Mole Eco Village, que tem um visual incrível, piscinas maravilhosas, jardins lindíssimos, café da manhã bacanudo, porém quartos e chalés mais básicos que o restante do hotel.

DUNAS DA JOAQUINA: 

As dunas mais famosas da Ilha da Magia estão localizadas pouco antes da Praia da Joaquina. Rendem fotos incríveis, têm uma vista paradisíaca, e para os adeptos do “sandboard” são diversão garantida. A criançada adora, e quem tiver energia de sobra, para ficar subindo de volta, pode deslizar quantas vezes quiser.

PRAIA DA JOAQUINA:


A Joaca, como é chamada pelos íntimos, ficou mundialmente famosa pelo Surf! A praia de ondas perfeitas, que atrai surfistas do mundo todo, no resto do ano é frequentada basicamente por estudantes. Fica lotada de ônibus no estacionamento, tem restaurantes no melhor estilo bandejão. Não é a melhor opção para quem está com crianças, mas é um lugar que vale a pena conhecer (passar por lá, não encarar o dia todo). Evite horários de rush, porque a via que leva à Praia da Joaquina, é estreita, e o trânsito no fim do dia fica literalmente parado.

ONDE SE HOSPEDAR NA JOAQUINA?
Você surfa? Se a resposta for não, melhor escolher outra praia para ficar hospedado. A Joaquina fica longe (para ir a pé) de mercadinhos, padarias, e bares… E de carro, fica complicado estacionar, e muitas vezes o trânsito fica caótico.

NORTE DA ILHA:

DANIELA

Praia muito bonita, de mar calmo, perfeita para quem está com crianças, localizada no Norte da Ilha, há 3 Km de Jurerê, excelente opção para quem deseja estar perto do burburinho, porém longe das super tarifas do bairro mais famoso da cidade.

ONDE SE HOSPEDAR EM DANIELA?
A praia de Daniela também tem a tradição de ter casas de veraneio para alugar, tendo 2 opções de hospedagem hoteleira: A mais famosa, Pousada dos Artistas, e a mais simples, porém honesta Pousada Casa de Praia.

JURERÊ E JURERÊ INTERNACIONAL

A região mais famosa entre turistas, ricos e famosos, tem um charme todo especial, porém pode ser o tormento de quem procura paz e sossego. Quando começamos a frequentar Jurerê (em 1998… Faz tempo!), sempre optávamos por alugar casas ou apartamentos, nas proximidades do Open Shopping (um Shopping a céu aberto, muito charmoso, que aglomera padarias, drogarias, bares, restaurantes, lojas e atrações infantis). Jurerê Internacional é uma espécie de Beverly Hills de Floripa. Essa praia de mar calmo, conquistou as famílias pela beleza, limpeza e tranquilidade do bairro. Com o passar dos tempos, “Beach Clubs” foram sendo inaugurados: Café de La Musique, Taikô, Donna, P12… E hoje a praia é sinônimo de luxo, festas e badalação. Jurerê também merece um post só para ela!

ONDE SE HOSPEDAR EM JURERÊ? 

A Beleza estonteante do Il Campanário

Il Campanario, o hotel/resort/residence mais que perfeito, situado no coração de Jurerê Internacional, queridinho dos famosos, com tarifas proporcionais à sua magnitude! Outra opção no estilo resort, é o Jurerê Beach Village, A pousada com localização mais privilegiada é a Pousada dos Sonhos, e a mais charmosa, é a Pousada dos chás. Para alugar casas ou apartamentos legais, nós costumávamos usar a http://www.alugueldetemporada.com.br.

PRAIA BRAVA: 


Praia lindaaaa, com enorme faixa de areia, de mar aberto e bravo, por isso o nome. Essa praia ficou famosa alguns anos atrás por ser o metro quadrado com gente mais bonita do Brasil! A época sensação da Praia Brava foi quando o Quiosque do Pirata “estourou” como point mais badalado da Ilha da Magia (Verão de 98/99/2000 até 2009) escrevi sobre um incêndio que aconteceu em agosto de 2009, com o Pirata (aqui). E em 2012 a prefeitura de Floripa demoliu todos os quiosques, bares e restaurantes da Praia Brava, inclusive o Canto da Brava, um restaurante que amávamos frequentar. Dizem que essa decisão judicial foi tomada com base em impactos ambientais, e decisões da comunidade… Eu não sei afirmar ao certo! Desde então, eu não voltei à Brava, que nos verões áureos do Pirata, era a minha praia favorita em Floripa, apesar do mar ser bem perigoso para banho, na minha opinião, impossível de entrar com crianças.  Hoje a falta de banheiros e estrutura de alimentação me desmotiva a visitar essa praia que indiscutivelmente bela!

SUL DA ILHA

RIOZINHO DO CAMPECHE

praia do Campeche fica no Sul do lado Leste da Ilha da Magia, pelo mar, ela seria uma continuação da Joaquina, porém as montanhas não permitem acesso direto. Essa praia caiu no gosto de jovens e bonitos da região, por isso fica bem cheia no verão! O ponto da praia conhecido por Riozinho do Campeche, é  palco de shows no final da tarde, de muita gente bonita jogando frescobal, e tem esse nome porque o mar encontra o Rio. Está localizada a 15km do centro de Floripa, saindo pela Beira Mar Sul.

RIBEIRÃO DA ILHA


Ribeirão da Ilha é um lugar para apreciar a natureza, a arquitetura, os sabores, a calmaria… O bairro se tornou referência em criação de ostras, e ficou famoso pelo slogan: Aqui se cria, aqui se come! Tem muitos restaurantes deliciosos, um por do Sol mais que perfeito, e a vontade de voltar, sempre vai te acompanhar, após uma visita ao bucólico Ribeirão da Ilha. O pier mais famoso é do restaurante Ostradamus, mas existem outros tão interessantes e saborosos quanto. Os restaurantes mais indicados são além do próprio Ostradamus, o Rancho Açoriano, o Umas & Ostras, Ostra da Ilha, Santa Figueira, Porto do contrato e o Muqueca da Ilha, onde comemos uma moqueca inesquecível da última vez que visitamos a região.

PANTANO SUL


A praia de Pantano Sul fica há 12 Km de Ribeirão da Ilha, vale pena ir, nem que seja para conhecer o famoso Bar do Arante, que tem como chamariz no decor, os bilhetinhos deixados pelos clientes! Não deixe de experimentar a cachaça, que é cortesia da casa, e muito saborosa (para quem aprecia). Durante a semana, o Bar do Arante oferece serviço a la carte, e aos finais de semana funciona o Buffet, com uma grande variedade de peixes, frutos do mar e comida típica da ilha.

Acesse o Guia Resumido de Floripa, feito pela CVC Viagens (aqui)

Gostaram das dicas??? Querem ler mais a respeito da Ilha da Magia? A CVC VIAGENS fez um guia Resumido de Floripa, para acessa-lo cliquem (aqui). 

Porque fechar com uma loja CVC, e não apenas em sites? Porque se der algum problema, você tem o whatsapp da loja ou melhor, da pessoa que te atendeu. A CVC do Shopping 3 Américas daqui de Cuiabrasa, é expert em montar pacotes bacanas e a equipe é encantadora. Fone: (65) 3313-1040 ou whatsapp (65) 9263-8913. 
Para ler todas as DICAS DE VIAGEM do blog, acesse (aqui).
Ufaaaa! É isso! Eu sei que o post ficou enorme, mas todas as informações são essenciais para vocês saberem tudo o que precisam para aproveitarem, da melhor forma, os dias na Ilha da Magia!
Bjo bjo bjo! 


VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

DICAS DE VIAGEM: Saiba como Viajar Mais, Gastando Menos!

10 de outubro de 2014

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email
Muita gente me pergunta quanto eu gasto em viagens internacionais, em média? Quantas vezes por ano, eu viajo com a família? E sempre quando conversamos sobre isso, percebemos uma surpresa em relação aos valores. Viajar é uma arte, uma paixão, um vício do bem, um exercício… Como qualquer arte ou exercício, aprendemos muito com as experiências. Eu já errei bastante, mesmo tendo pais viajantes de carteirinha, muita coisa eu aprendi errando. Coisas do tipo, ir passar 28 dias viajando, primeiro de navio no calor, depois de carro no frio, portanto muuuitas malas, roupas de diferentes estilos para os diferentes momentos. Alugamos um carro gigante, que caberia todas as nossas malas. Chegando na Itália, descobrimos que era obrigatório (a partir daquele ano, 2009) o uso da carteira internacional de motorista, ou seja, carro bloqueado, e lá fomos nós, em uma gestante (eu), um adulto com a coluna “problemática”, uma criança, um adulto 100%, e a avó que ficava responsável pela criança, para terminar os 10 dias de viagem, de trem. 5 pessoas com o perfil descrito e 10 malas para carregar = nível máximo de stress.
Vou indicar 10 “mandamentos” do viajante experiente, para facilitar a vida de vocês, e de quebra, garantir uma boa dose de economia!
1) ANTECEDÊNCIA: Vai viajar no Reveillon? Daqui 2 meses, e ainda não viu? Desculpe-me, mas você vai pagar caro! Planejamos nossas viagens com no mínimo 6 meses de antecedência, com isso economizamos, ganhamos tempo para pesquisar as melhores opções no local de destino, compramos ingressos de shows com desconto, e por aí vão as vantagens.
2) DOCUMENTOS EM DIA: Passaporte com data de validade ok, é o primeiro passo! Para ir para o exterior o passaporte é documento obrigatório na maior parte dos lugares. Em alguns países da América do Sul, como Buenos Aires, você pode entrar com RG, desde que ele tenha menos de 10 anos e esteja atualizado ao seu estado civil. Ou seja, casou, mudou de nome, tem que mudar os documentos. Alguns países exigem visto, portanto pesquise na internet ou verifique com seu agente de viagem, se você precisará de visto. Outro alerta importante, países como os Estados Unidos exigem que você tenha pelo menos 6 meses de visto vigente até o último dia da viagem, faça os cáculos e se for necessário, renove o visto antes de ir. ALERTA: Se você for viajar com crianças, lembre-se que no passaporte não tem filiação, portanto para comprovar que está viajando com seu filho, você  precisa levar RG ou Certidão de nascimento da criança, além do passaporte. Se a viagem for internacional, é preciso a presença de pai e mãe, ou autorização registrada em cartório da infância pelo progenitor que não for fazer a viagem. Na dúvida, sempre pergunte ao tio Google.
3) INFORME-SE: A internet é o advento do milênio, aproveite-se da gama de informações ao seu dispor. Antes de fechar um pacote ou decidir um roteiro, pesquise! Se Cancun está na moda, vá para Punta Cana primeiro, se Londres é a bola da vez, comece sua odisséia pela Europa por Frankfurt e chegue em Londres, saindo de locais mais próximos. A lei da antecedência vale para tudo, por exemplo, já conseguimos ir de Nova York para Washington por U$49 em um trem super confortável. De repente, ter um local de base, e fazer pequenos “Bate-volta”, seja o “canal” para conhecer mais lugares. Coloque no goolgle:  “dicas sobre Paris”, “dicas sobre Nova York”, “dicas sobre o Rio de Janeiro”, você vai descobrir um mundo de informações. Somente depois de ler algumas coisas, feche os detalhes da sua viagem. Na lateral direita do blog, tem as fotos dos locais que eu já postei por aqui, clique em qualquer uma delas, e descubra todos os posts sobre aquele destino.
4) LISTA DE FAVORITOS: O viajante de carteirinha tem uma lista de sites e blogs, que não pode viver sem. Seja para comprar passagens, alugar carro, apartamento ou apenas para ouvir a opinião de pessoas que já se hospedaram nos locais que você pretende se hospedar. Nesse quesito, meus favoritos são TRIPADVISOR e BOOKING. Mas também gosto muito do HOTEL URBANO, DECOLAR, EXPEDIA, SUBMARINO, MELHORES DESTINOS. Em termos de blogs, eu adoro o Mala com Rodinha (hahaha!), o Matraqueando, o Viagens para Mãos de Vaca, o Viajando com Pimpolhos, o Nós no Mundo, o Viaje na Viagem que é muuuito completo. Ainda tem o Ponto Miami, o Conexão Paris, e alguns outros que são específicos de determinados lugares. Navegando, você os encontra facilmente.
5) GUIAS DE VIAGEM: Os Guias (livros) de Viagem podem ser confusos, e com tantas informações nos blogs e sites especializados, a nossa tendência é dispensá-los. Mas as vezes o wifi não está disponível, a bateria do celular acaba, e não é possível carregar o computador para cima e para baixo. Nestes casos, um bom guia, simplificado, pode ser uma grande amigo. O meu guia de viagem favorito é o Passo a Passo da Publifolha, falei dele aqui.
6) TURISTAR OU NÃO TURISTAR? Muita gente indica: “Fuja dos pontos turísticos, dos restaurantes turísticos, dos programas turísticos…” Eu insisto: Não tenha como meta ser um cidadão local, em uma cidade que nunca foi! Sem neuras!!! Acho simplesmente inacreditável que alguém vá à Paris e não suba na Torre Eiffel porque a fila era grande. Existem lugares icônicos que são indispensáveis, experiências que só vivendo para entender, então programe-se! Pesquise dias e horários mais vazios, dê prioridade para visitar alguns lugares no primeiro horário, assim você evita o “rush”. Mas saiba que turistar não é coisa de gente desinformada, simplesmente, faz parte do pacote. Eu aconselho evitar aquelas excursões de ônibus com 40 pessoas, horários estressantes, e itinerário que não lhe permita curtir os lugares que visitar. Mas ao mesmo tempo, eu sou super a favor dos passeios de ônibus do tipo “Hope on Hope off”, aqueles que têm pontos específicos e você pode subir e descer quantas vezes quiser, por 24hs, 48hs, ou 72hs… É bacana “gastar” um dia fazendo esse passeio, e depois escolher os lugares que mais curtiu para voltar com tempo. Turiste sem medo de ser feliz!
7) O FAST FOOD QUE SALVA??? Não se magoem comigo, mas eu não acredito que você viaja kms e mais kms para “morrer” no Mc Donalds! Eu já fui assim… Liberte-se!!! Hahaha! Mesmo que o principal problema seja o “din din” para gastar com comida na viagem, existem opções mais dignas que “fast food”. Em muitos locais, especialmente Estados Unidos e Europa, você pode ir a um supermercado e encontrar comidinhas incríveis. Saladas bacanas, sandubas diferentes, brioches, muffins, croissants, sucos, frutas e sobremesas. Na França, você encontra vinhos super requintados por bagatelas como 5 Euros, macarons, cookies… Além disso, eu gosto de pesquisar restaurantes em lugares próximos a pontos que pretendo visitar, assim já olho o cardápio, analiso preços, faço reserva, se for necessário, tudo, antes de chegar ao destino.  Na dúvida, aposte nas cantinas italianas, sempre tem um espaguete delícia te esperando.
8) BAIXA TEMPORADA: Eu evito viajar na Alta temporada, por razões obvias como tarifas altas. Muita gente falava assim: “Você faz isso porque sua filha é pequena. quando ela crescer, só vai poder viajar nas férias escolares”. Pois minha filha está com 11 anos, e nós continuamos viajando em baixa temporada. O fato é que voltamos naquela linha da programação/planejamento. Logo depois que recebemos o calendário de provas, começamos com a nossa programação. Ela nunca falta aula por preguiça, ou por motivos bobos, estuda bastante, e antes de viajar, pegamos a matéria com a professora para ela ir estudando com antecedência. Com isso, 10 dias de aula, perdidos 2x ao ano, não a prejudicam. Este ano, fomos para Maragogi em abril, e agora estamos indo para o Rio de Janeiro na semana que vem (outubro). As notas continuam altas, e os preços das viagens, bem abaixo do costumeiro.
9) ALTERNATIVAS: Outra linha que te ajuda a economizar, viajar mais, e gastar menos, são os roteiros que fogem do convencional: Hotel + Aéreo + Aluguel de Carro. Pense em se Hospedar em um apartamento, assim você economiza com taxas, serviços, e tem a opção de cozinhar em casa, comprar comidinhas gostosas em feiras e mercados. Eu aluguei apartamento nas minhas duas viagens à Paris, e posso dizer que foi uma das experiências mais interessantes da minha vida! Escolhi apartamentos lindos, super equipados, em locais nobres, em que um hotel sairia por 3x o preço. Para alugar apartamentos em Paris, acesse (aqui), Para alugar em Londres (aqui), Para alugar em Miami (aqui). Em breve, faço um post só sobre aluguel de apartamento para temporada. Além de apartamento, se você é mais descolado, viaja sem crianças, e gosta de fazer amizade, pode trocar Hotel por Hostel, que são albergues (existem muitos albergues padrão 3 estrelas ou mais, não se assuste com a palavra, nem julgue antes de pesquisar.) inclusive, muitos dispõem de quartos exclusivos, para quem não curte compartilhar acomodações com estranhos. Além de apartamentos e Hostel, você pode optar por fazer um curso enquanto viaja, ou trabalhar para viajar. Eu gosto muito da CI, da EF e da STB, quando o assunto é intercâmbio. E não pense que isso pertence apenas ao mundo adolescente, eles possuem programas para todas as idades.
10) MUDE SUAS PRIORIDADES: Muita gente diz que não tem dinheiro para viajar, porque deixa o dinheiro fluindo solto para outras coisas: Happy Hour 4x na semana, Restaurante todo dia, o Plano mais caro na academia, na TV à cabo, no celular… Compras no Shopping toda semana, o celular mais caro, a TV mais moderna, o computador do momento,  gastos bobos do cotidiano, sem planejamento algum. Experimente fazer listinhas de prioridades, destinar parte do salário para pagar pacotes de viagem. Pagar as viagens antes de realiza-las, aproveitar eventuais baixas do câmbio para comprar dólar, de U$100 em U$100 você vai fazendo seu caixa para gastar no próximo destino. Não foque a sua viagem apenas em compras, muitas vezes é bacana viajar para lugares “all inclusive”, e apenas curtir o que foi pago: conforto, lazer e comida boa. Sem a necessidade de comprar-comprar-comprar.
E por fim, muita gente me pergunta sobre meu agente de viagens. Confesso que estou vivendo um momento sem um agente fixo, porém eu prefiro fechar os pacotes por agencia, porque assim, se tiver algum problema lá fora, eu sei para quem ligar. O que eu faço, é pesquisar preços, ver todos os detalhes, e ligar na agencia para fechar. Se eles conseguirem cobrir as propostas que eu encontrei pela web, fecho com eles. Sempre contrato um seguro saúde porque prevenir é melhor que remediar, e fecho minha programação do ano com uma boa antecedência.
Espero ter ajudado vocês, e sempre seguirei estimulando: Pegue a sua mala com rodinha, abra seu coração e conheça o mundo! A viagem é a única coisa que você compra, que te torna cada vez mais rico!!!
Bjo bjo bjo!


VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

INSTAGRAM

@MAYSALEAO