DICAS DE VIAGEM: Saiba como Viajar Mais, Gastando Menos!

10 de outubro de 2014

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email
Muita gente me pergunta quanto eu gasto em viagens internacionais, em média? Quantas vezes por ano, eu viajo com a família? E sempre quando conversamos sobre isso, percebemos uma surpresa em relação aos valores. Viajar é uma arte, uma paixão, um vício do bem, um exercício… Como qualquer arte ou exercício, aprendemos muito com as experiências. Eu já errei bastante, mesmo tendo pais viajantes de carteirinha, muita coisa eu aprendi errando. Coisas do tipo, ir passar 28 dias viajando, primeiro de navio no calor, depois de carro no frio, portanto muuuitas malas, roupas de diferentes estilos para os diferentes momentos. Alugamos um carro gigante, que caberia todas as nossas malas. Chegando na Itália, descobrimos que era obrigatório (a partir daquele ano, 2009) o uso da carteira internacional de motorista, ou seja, carro bloqueado, e lá fomos nós, em uma gestante (eu), um adulto com a coluna “problemática”, uma criança, um adulto 100%, e a avó que ficava responsável pela criança, para terminar os 10 dias de viagem, de trem. 5 pessoas com o perfil descrito e 10 malas para carregar = nível máximo de stress.
Vou indicar 10 “mandamentos” do viajante experiente, para facilitar a vida de vocês, e de quebra, garantir uma boa dose de economia!
1) ANTECEDÊNCIA: Vai viajar no Reveillon? Daqui 2 meses, e ainda não viu? Desculpe-me, mas você vai pagar caro! Planejamos nossas viagens com no mínimo 6 meses de antecedência, com isso economizamos, ganhamos tempo para pesquisar as melhores opções no local de destino, compramos ingressos de shows com desconto, e por aí vão as vantagens.
2) DOCUMENTOS EM DIA: Passaporte com data de validade ok, é o primeiro passo! Para ir para o exterior o passaporte é documento obrigatório na maior parte dos lugares. Em alguns países da América do Sul, como Buenos Aires, você pode entrar com RG, desde que ele tenha menos de 10 anos e esteja atualizado ao seu estado civil. Ou seja, casou, mudou de nome, tem que mudar os documentos. Alguns países exigem visto, portanto pesquise na internet ou verifique com seu agente de viagem, se você precisará de visto. Outro alerta importante, países como os Estados Unidos exigem que você tenha pelo menos 6 meses de visto vigente até o último dia da viagem, faça os cáculos e se for necessário, renove o visto antes de ir. ALERTA: Se você for viajar com crianças, lembre-se que no passaporte não tem filiação, portanto para comprovar que está viajando com seu filho, você  precisa levar RG ou Certidão de nascimento da criança, além do passaporte. Se a viagem for internacional, é preciso a presença de pai e mãe, ou autorização registrada em cartório da infância pelo progenitor que não for fazer a viagem. Na dúvida, sempre pergunte ao tio Google.
3) INFORME-SE: A internet é o advento do milênio, aproveite-se da gama de informações ao seu dispor. Antes de fechar um pacote ou decidir um roteiro, pesquise! Se Cancun está na moda, vá para Punta Cana primeiro, se Londres é a bola da vez, comece sua odisséia pela Europa por Frankfurt e chegue em Londres, saindo de locais mais próximos. A lei da antecedência vale para tudo, por exemplo, já conseguimos ir de Nova York para Washington por U$49 em um trem super confortável. De repente, ter um local de base, e fazer pequenos “Bate-volta”, seja o “canal” para conhecer mais lugares. Coloque no goolgle:  “dicas sobre Paris”, “dicas sobre Nova York”, “dicas sobre o Rio de Janeiro”, você vai descobrir um mundo de informações. Somente depois de ler algumas coisas, feche os detalhes da sua viagem. Na lateral direita do blog, tem as fotos dos locais que eu já postei por aqui, clique em qualquer uma delas, e descubra todos os posts sobre aquele destino.
4) LISTA DE FAVORITOS: O viajante de carteirinha tem uma lista de sites e blogs, que não pode viver sem. Seja para comprar passagens, alugar carro, apartamento ou apenas para ouvir a opinião de pessoas que já se hospedaram nos locais que você pretende se hospedar. Nesse quesito, meus favoritos são TRIPADVISOR e BOOKING. Mas também gosto muito do HOTEL URBANO, DECOLAR, EXPEDIA, SUBMARINO, MELHORES DESTINOS. Em termos de blogs, eu adoro o Mala com Rodinha (hahaha!), o Matraqueando, o Viagens para Mãos de Vaca, o Viajando com Pimpolhos, o Nós no Mundo, o Viaje na Viagem que é muuuito completo. Ainda tem o Ponto Miami, o Conexão Paris, e alguns outros que são específicos de determinados lugares. Navegando, você os encontra facilmente.
5) GUIAS DE VIAGEM: Os Guias (livros) de Viagem podem ser confusos, e com tantas informações nos blogs e sites especializados, a nossa tendência é dispensá-los. Mas as vezes o wifi não está disponível, a bateria do celular acaba, e não é possível carregar o computador para cima e para baixo. Nestes casos, um bom guia, simplificado, pode ser uma grande amigo. O meu guia de viagem favorito é o Passo a Passo da Publifolha, falei dele aqui.
6) TURISTAR OU NÃO TURISTAR? Muita gente indica: “Fuja dos pontos turísticos, dos restaurantes turísticos, dos programas turísticos…” Eu insisto: Não tenha como meta ser um cidadão local, em uma cidade que nunca foi! Sem neuras!!! Acho simplesmente inacreditável que alguém vá à Paris e não suba na Torre Eiffel porque a fila era grande. Existem lugares icônicos que são indispensáveis, experiências que só vivendo para entender, então programe-se! Pesquise dias e horários mais vazios, dê prioridade para visitar alguns lugares no primeiro horário, assim você evita o “rush”. Mas saiba que turistar não é coisa de gente desinformada, simplesmente, faz parte do pacote. Eu aconselho evitar aquelas excursões de ônibus com 40 pessoas, horários estressantes, e itinerário que não lhe permita curtir os lugares que visitar. Mas ao mesmo tempo, eu sou super a favor dos passeios de ônibus do tipo “Hope on Hope off”, aqueles que têm pontos específicos e você pode subir e descer quantas vezes quiser, por 24hs, 48hs, ou 72hs… É bacana “gastar” um dia fazendo esse passeio, e depois escolher os lugares que mais curtiu para voltar com tempo. Turiste sem medo de ser feliz!
7) O FAST FOOD QUE SALVA??? Não se magoem comigo, mas eu não acredito que você viaja kms e mais kms para “morrer” no Mc Donalds! Eu já fui assim… Liberte-se!!! Hahaha! Mesmo que o principal problema seja o “din din” para gastar com comida na viagem, existem opções mais dignas que “fast food”. Em muitos locais, especialmente Estados Unidos e Europa, você pode ir a um supermercado e encontrar comidinhas incríveis. Saladas bacanas, sandubas diferentes, brioches, muffins, croissants, sucos, frutas e sobremesas. Na França, você encontra vinhos super requintados por bagatelas como 5 Euros, macarons, cookies… Além disso, eu gosto de pesquisar restaurantes em lugares próximos a pontos que pretendo visitar, assim já olho o cardápio, analiso preços, faço reserva, se for necessário, tudo, antes de chegar ao destino.  Na dúvida, aposte nas cantinas italianas, sempre tem um espaguete delícia te esperando.
8) BAIXA TEMPORADA: Eu evito viajar na Alta temporada, por razões obvias como tarifas altas. Muita gente falava assim: “Você faz isso porque sua filha é pequena. quando ela crescer, só vai poder viajar nas férias escolares”. Pois minha filha está com 11 anos, e nós continuamos viajando em baixa temporada. O fato é que voltamos naquela linha da programação/planejamento. Logo depois que recebemos o calendário de provas, começamos com a nossa programação. Ela nunca falta aula por preguiça, ou por motivos bobos, estuda bastante, e antes de viajar, pegamos a matéria com a professora para ela ir estudando com antecedência. Com isso, 10 dias de aula, perdidos 2x ao ano, não a prejudicam. Este ano, fomos para Maragogi em abril, e agora estamos indo para o Rio de Janeiro na semana que vem (outubro). As notas continuam altas, e os preços das viagens, bem abaixo do costumeiro.
9) ALTERNATIVAS: Outra linha que te ajuda a economizar, viajar mais, e gastar menos, são os roteiros que fogem do convencional: Hotel + Aéreo + Aluguel de Carro. Pense em se Hospedar em um apartamento, assim você economiza com taxas, serviços, e tem a opção de cozinhar em casa, comprar comidinhas gostosas em feiras e mercados. Eu aluguei apartamento nas minhas duas viagens à Paris, e posso dizer que foi uma das experiências mais interessantes da minha vida! Escolhi apartamentos lindos, super equipados, em locais nobres, em que um hotel sairia por 3x o preço. Para alugar apartamentos em Paris, acesse (aqui), Para alugar em Londres (aqui), Para alugar em Miami (aqui). Em breve, faço um post só sobre aluguel de apartamento para temporada. Além de apartamento, se você é mais descolado, viaja sem crianças, e gosta de fazer amizade, pode trocar Hotel por Hostel, que são albergues (existem muitos albergues padrão 3 estrelas ou mais, não se assuste com a palavra, nem julgue antes de pesquisar.) inclusive, muitos dispõem de quartos exclusivos, para quem não curte compartilhar acomodações com estranhos. Além de apartamentos e Hostel, você pode optar por fazer um curso enquanto viaja, ou trabalhar para viajar. Eu gosto muito da CI, da EF e da STB, quando o assunto é intercâmbio. E não pense que isso pertence apenas ao mundo adolescente, eles possuem programas para todas as idades.
10) MUDE SUAS PRIORIDADES: Muita gente diz que não tem dinheiro para viajar, porque deixa o dinheiro fluindo solto para outras coisas: Happy Hour 4x na semana, Restaurante todo dia, o Plano mais caro na academia, na TV à cabo, no celular… Compras no Shopping toda semana, o celular mais caro, a TV mais moderna, o computador do momento,  gastos bobos do cotidiano, sem planejamento algum. Experimente fazer listinhas de prioridades, destinar parte do salário para pagar pacotes de viagem. Pagar as viagens antes de realiza-las, aproveitar eventuais baixas do câmbio para comprar dólar, de U$100 em U$100 você vai fazendo seu caixa para gastar no próximo destino. Não foque a sua viagem apenas em compras, muitas vezes é bacana viajar para lugares “all inclusive”, e apenas curtir o que foi pago: conforto, lazer e comida boa. Sem a necessidade de comprar-comprar-comprar.
E por fim, muita gente me pergunta sobre meu agente de viagens. Confesso que estou vivendo um momento sem um agente fixo, porém eu prefiro fechar os pacotes por agencia, porque assim, se tiver algum problema lá fora, eu sei para quem ligar. O que eu faço, é pesquisar preços, ver todos os detalhes, e ligar na agencia para fechar. Se eles conseguirem cobrir as propostas que eu encontrei pela web, fecho com eles. Sempre contrato um seguro saúde porque prevenir é melhor que remediar, e fecho minha programação do ano com uma boa antecedência.
Espero ter ajudado vocês, e sempre seguirei estimulando: Pegue a sua mala com rodinha, abra seu coração e conheça o mundo! A viagem é a única coisa que você compra, que te torna cada vez mais rico!!!
Bjo bjo bjo!


VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

O MELHOR de Las Vegas

15 de maio de 2014

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email
O melhor lugar do mundo tem nome: LAS VEGAS! Seria pretensão da minha parte desprezar Paris, Londres, Rio de Janeiro, Firenze, Miami, Roma, o Atacama… Sinceramente, melhor é algo completamente subjetivo, um adjetivo superlativo muito pessoal. Porém eu ouso dizer que em algum momento da sua vida, Vegas mereça ser o melhor lugar do mundo!!! A cidade do pecado, dos sonhos, dos amores, das despedidas de solteiro, Lua de Mel, da fantasia, das luzes, dos shows, do encantamento. Uma cidade em torno de uma única avenida, sim, basicamente Vegas se resume à Las Vegas Boulevard, ou para os íntimos: Strip! Mas não pense que você vai conhecer tudo na primeira viagem, porque eu já estive 4 vezes na cidade, e ouso dizer que ainda não conheço “nada”! Então já fiz um zilhão de posts com DICAS DE LAS VEGAS (para ler, acesse: aqui), tenho certeza que ainda farei muitos outros, mas neste aqui, só o melhor (segundo o meu humilde ponto de vista… hahaha). Espero que vocês se empolguem. INSPIREM-SE:
  1. É imprescindível jantar no Top of The World, restaurante giratório que fica no topo do Hotel Stratosphere, que vai lhe proporcionar uma excelente refeição, uma vista de tirar o fôlego, e tempo suficiente para agradecer à Deus pela oportunidade estar ali. Peça o New York Steak se você gosta de carne, e o Spagheti ao fruti di mare, se você gosta de frutos do mar. Se você é radical, tem brinquedos no topo do Restaurante, e dá para saltar de bumgee jump, brincar em uma torre que despenca, e curtir uma Montanha Russa que fica pendurada para fora prédio. Eu não sou radical, mas amei subir os 105 andares (em um elevador rapidíssimo) para assistir o suplício dos corajosos; (tem que reservar mesa, e o consumo obrigatório é de U$50 por pessoa).
  2. Vá na Freemont Experience, uma rua com teto de LED, que fica fora da Strip, na “old Las Vegas”, no velho centro da cidade. O melhor é deixar o carro no Vallet (gratuito) do Hotel Golden Nugget, entrar no Hotel, vislumbrar a decoração maravilhosa, ver a piscina de tubarões, que tem um toboágua transparente o meio (coisa de louco), e só então sair na Freemont. O ideal é ir de noite, por volta das 20:00 e ficar lá até meia noite, curtindo as bandas que se apresentam, o vai e vem de turistas, tomando uns drinks, assistindo aos diferentes clipes que passam no teto de LED. É inesquecível!!! (Passeio gratuito)
  3. O Show das águas na frente do Hotel Bellagio, acontece de 30 em 30 minutos, se o vento não estiver muito forte, aconselho você ir de dia, depois voltar a noite, porque são experiências completamente diferentes, e é simplesmente encantador! Não deixe de entrar no Bellagio, ficar boquiaberto com a recepção, e seus cristais Baccarat, depois siga para o Jardim do Hotel, que é redecorado a cada mês, com temas diferentes, e uma paisagem toda feita com flores naturais, um verdadeiro sonho. (passeio gratuito)
  4. Em frente ao Bellagio, existe o Hotel Paris, e se seu sonho é conhecer a cidade luz, este hotel lhe dará um gostinho francês, e com certeza vai te encantar.
  5. Em Vegas 90% dos estacionamentos são gratuitos, sim gratuitos! O Vallet (manobrista) dos Hotéis, mesmo os mais chiques, não cobram um preço fixo. Portanto você deixa seu carro na porta, eles estacionam para você, e você escolhe o valor da gorjeta. Geralmente damos a gorjeta na ida e na volta, U$3 dólares na ida, e U$3 na volta, você ainda vai ganhar sorrisos;
  6. Ande pelos hotéis, todos são abertos ao público. Se você me pedisse para elencar 10 hoteis imperdíveis sem pensar, eu diria: Wynn/Encore, Caesar Palace, Mirage, Bellagio, Paris, Venettian, Cosmopolitan, Ária, Mandalay Bay, MGM Grand, e Luxor. Eu sei, eu citei 12, mas é impossível citar somente 10…
  7. Existem 2 Outlets, que são maravilhosos, possuem mega descontos, e ficam em lados opostos da Las Vegas Boulevard. O Outlet South (sul), fica perto do aeroporto, antes de chegar nele, estacione na Placa Welcome to Fabulous Las Vegas, para tirar aquela foto clássica. O Sul é menor, e coberto, portanto se o clima estiver muuuuito quente, ou muuuuuito frio, ele será a melhor pedida. Lembre-se de comprar por U$5 o cupom de descontos no quiosque de atendimento ao cliente (costumers service) porque vale muito a pena! O outlet North, é mais afastado (nem é tão longe), maior, ao ar livre, aliás, imenso!!! Lá você também pode comprar o cupom de desconto, e no quiosque de atendimento ao consumidor, é possível comprar mais barato, os passeios para o Grand Cannyon, para os Shows do Cirque du Soleil, e outros Shows bacanas.
  8. Os meus Shoppings favoritos são o Fashion Show Mall (o único que não fica anexo a nenhum hotel), nele você encontra Forever 21, Topshop, Zara, Hollister, Abercrombie, Apple, Macy’s, Neiman Marcus, entre outras zilhões de lojas. O Forum Shops é maravilhoso, tem que andar, tirar muitas fotos, ele fica anexo ao Caesar Palace Hotel, tem a maior H&M do Mundo, e é gigante, com ótimas opções de restaurantes, inclusive o TREVI, que eu adoroooo! O Crystal é o Shopping do hotel Ária, e nele você encontrará: Gucci, Prada, Chanel, Louis Vuitton, Dolce and Gabanna… Lojas básicas! Rsrsrsrsrs!!!
  9. Assista aos shows do Cirque du Soleil, valem cada centavo! Exceto pelo Cris Angel (que é o show mais ridiculo que vi na vida), os espetáculos são Maravilhosos, e se eu pudesse escolher, lhe diria para ir ao KA (no Hotel MGM Grand), Beattles (no Hotel Mirage), Michael Jackson (no Hotel Mandaley Bay) e O (no Hotel Bellagio).
  10. Se você é da balada, anote estes nomes e corra para o google: XS, Marquee, Pure, Tryst
Tenho certeza que esqueci muuuuitas dicas boas, mas tentei resumir o melhor!!! Andar pelas ruas em Vegas, com um drink de metro na mão, tirar muitas fotos, ver o movimento, já é um experiência insquecível por si só! Para ler os outros posts sobre a cidade do pecado, acesse: Aqui!
Bjo bjo bjo!


VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

ONDE COMER EM LAS VEGAS?

27 de fevereiro de 2013

WhatsAppFacebookTwitterPinterestGoogle+Email
Vocês já devem ter percebido minha paixão por comida, né?! “Ah mas você é magra Maysa” Sim sim, reflexo da minha filosodia primordial: Não gasto caloria a toa! Eu amo comer bem, comida bem feita, elaborada com ingredientes especiais, e jamais faço dieta em viagens! Faço dieta antes e depois, só para comer do bom e do melhor, no durante. Aprecio o sabor da comida, seja doce, seja salgada… E amo, desde pratos leves, para Francês aplaudir, até gordices para americano nenhum botar defeito. Do japa bacana ao hamburgão engordurado lá estou eu, com aquela empolgação que me é peculiar. Conheci lugares incríveis em Vegas, de todos os tipos, para todos os gostos e vou indicar meus favoritos para vocês! #ENJOY:
1) TOP OF THE WORLD no Hotel Stratosphere:
Esse lugar me emociona, acho impossível ir à Vegas e não jantar no TOP OF THE WORLD, restaurante giratório que fica no andar 106 da torre do Hotel Stratosphere. É possível ver Las Vegas inteira, enquanto você janta. De repente uma pessoa pode “cair” lá fora, diante dos seus olhos, isso porque tem um bunge Jump no topo da torre. Além dele existem mais 3 brinquedos alucinantes, um deles é esta montanha russa da foto acima que despenca rumo ao nada! É preciso fazer reserva para jantar, através do telefone (702) 380-7711, e o valor mínimo a ser consumido por pessoa é de U$50. O meu prato favorito é o New York Steak, também gosto muito do Center Cut Filet (ambos carnes) e do Fetuccine al Fruti di Mare. Após o jantar, suba até os andares 107 e 108, a vista é impressionante!
2) TINTORETTO no Hotel Venetian:
Um restaurante italiano com “padaria” anexa, charmoso e acolhedor, que fica em frente à loja Banana Republic do Hotel Venetian. Simplesmente um achado gastronômico de preço amigo e sabor incrível! Eu sou apaixonada pelo “spaghetti with meatballs” que eles servem, e estando na América você há de experimentar o Spaghetti com almondegas artesanais que eles tanto amam! A carta de vinhos é bem bacana, o pãozinho quente que eles servem no começo é delicioso, e todos os 13 viajantes da nossa última aventura em Vegas aprovaram o lugar!
3) TREVI no Forum Shops do Caesar’s Palace:
O TREVI é uma versão mais refinada do Tintoretto, ainda sim o preço é bacana. Ele fica em frente a área de luxo do Forum Shops, o Shopping do Hotel Caesar’s Palace, entre Gucci, Louis Vuitton, Dolce & Gabanna… Tem uma fonte em frente a ele, então se você não é grande fã de barulho de água enquanto come, aconselho pedir uma mesa lá dentro. Os pratos tem aquele feeling “Italiano-Americano” que eu adoroooo! Meu marido, um experimentador de Spaghetti com meatballs disse que foi o melhor da vida dele, os meus primos foram de Shrimp Scampi (esse da foto acima!), eu experimentei as bruschettas, minha sogra se deliciou com a Caesar’s Salad com frango grelhado… Todos aprovaram novamente a escolha gastronômica! É tão bom quando acertamos!!!
4) JEAN PHILIPPE PATISSERIE no Hotel Bellagio ou no Hotel Ária
Agora é hora de prestigiar a gastronomia Francesa! Claro que estamos falando de um francês-americano com porções fartas. Crepes fabulosos, wraps, saladas incríveis, bolinhos e brioches inacreditáveis! No JEAN PHILIPPE do Bellagio você conhece a maior cascata de chocolate do mundo! Um lugar lindo, com sabores a serem apreciados com calma… Perfeito para café da manhã, brunchs, lanches e pequenas refeições.
5) THE BUFFET no Hotel Wynn:
Tanto para o café da manhã quanto para o almoço, THE BUFFET é a pedida. Mas esteja com fome, pois você paga um valor fixo (em média U$25) e se serve em 5 buffets abarrotados de delícias sem fim! Tem de tudo um pouco, a variedade e o sabor da comida são impressionantes, e a seleção de sobremesas e sorvetes é de tirar o chapéu! Refrigerantes, água, sucos e chás estão inclusos no preço, e você pode repetir quantas vezes quiser. Uma verdadeira “orgia” gastronômica.
6) MAKINO no Premium Outlet North:
Falando em “orgia” gastronômica, o MAKINO é outro que se encaixa nesta categoria. Você paga um valor fixo, que até as 15:00 é bem mais em conta (cerca de U$16) e se deleita em uma imensidão de Buffets. O melhor da comida oriental, perfeito para quem ama experimentar coisas estranhas, tem sushi de ova de tudo quanto é peixe que você sonhar, polvos malucos, e iguarias fluorescentes que eu nem tenho idéia de onde vem. Tem também os clássicos Temaki de Camarão, legumes, rolinho primavera, Yakisoba, Tepan de Salmão, Frango Teriaki, Yakimeshi, Misoshiro e tudo que a gente gosta em um belo Japonês-Chines-Americano! Ele fica no Outlet Premium North e é um ótimo lugar para fazer aquela parada estratégica quando a gente começa achar a maratona de compras estressante.
7) MAGGIANO’S LITTLE ITALY no Fashion Show Mall
O MAGGIANO’S é mais um da espécie “Italian-American” que eu tanto amo! Ele fica no Fashion Show Mall que é meu Shopping favorito em Vegas, no final do corredor, perto da Hollister e da Diesel. Eu comi outro Spaghetti com camarão (shrimp Scampi) divinoooo, meu pai comeu uma fetuccine com escargot e vieiras gigantesco, que ele amou. O cardápio é bem variado, o atendimento é excelente e o ambiente muito gostoso, com uma vista linda para a Strip (principal avenida de Vegas).
 
8) PLANET HOLLYWOOD no Forum Shops do Caesar’s Palace
Eu amoooo essa gordura toda! Para mim é o THE BEST HAMBURGER dos States, especialmente o Cheeseburger BBQ que vem com molho Barbecue na dose certa (foto acima), sem falar na batata que simplesmente não existe igual aqui no Brasil. Meus amigos do Tio Sam comandam na gordice, eu sei que não daria para viver uma vida comendo isso, mas eu juro que ralo no #FISIOTEG, tento levar uma vida o mais saudável possível, para de vez em quando cair de boca em um desses! Ufa, tirando a apologia ao crime contra a saúde arterial, o PLANET HOLLYWOOD do Caesar’s é muito lindo, fica no segundo piso, se você entrar pela porta principal do Forum Shops e subir a escada Caracol. Não deixe de sair na sacada e apreciar a Strip de cima, mas eu não aconselho sentar-se lá fora porque no verão é muito quente e no inverno é muito frio, portanto prefira as mesas da parte de dentro.
9) CAFÉ BELLAGIO no Hotel Bellagio
Uma excelente Vantagem desse restaurante é que ele fica aberto 24 horas, 7 dias da semana, e mesmo que Vegas seja a cidade que “nunca pára”, a maior parte dos restaurantes funciona até a meia noite. Portanto as comidinhas da madrugada ficam restritas a lugares específicos. O CAFE BELLAGIO é um desses lugares, além disso fica localizado no fundo do Observatório do hotel, que é aquele jardim indoor maravilhoso! Nós conhecemos este restaurante em um jantar que rolou a 1:00 da matina, nos sentamos em uma mesa redonda com vista para o jardim. Eu tomei uma sopa deliciosa, a minha prima Nati também, o meu marido encarou um hamburgão giga e o Rhafa, namorado da Nati comeu um sanduba gigantão também, que estava delicioso, segundo ele. O cardapio muda conforme as horas vão passando, é bem variado e o restaurante é bem grande. O preço é bom para mediano.
10) LE CAFÉ ILE SAINT LOUIS no Hotel Paris
Eu ainda não tinha conhecido o Hotel Paris por dentro e como tudo em Vegas, é liiiiindo! Tem muitos lugares para comer, inclusive aquelas Brasseries e Patisseries totalmente francesas, com baguetes, brioches e todas as delícias que encontramos em Paris! Além de todos os restaurantes dentro do hotel ainda existe o famoso restaurante na Torre Eiffel, que é muito reconhecido por seu ambiente refinado, a vista linda para o lago do Bellagio e a gastronomia de primeira. Porém não estávamos no clima de um super evento gastronômico, pois era o último dia, estavamos batendo perna desde de cedo, ainda tínhamos uma lista de lugares para ir e por isso decidimos entrar no primeiro restaurante. Para a nossa surpresa o CAFÉ ILE SAINT LOUIS se revelou um dos melhores de toda a viagem. Tempero Francês com porções americanas, tem combinação melhor? Eu e minha amiga Dani fomos de típicos pratos franceses, o meu Boef Bourguignon (na foto acima) que seria a “carne de panela” mais saborosa que eu já comi na vida! E a Dani foi de Coq au vin, que se trata de uma “galinha ensopada ao vinho” simplesmente fabulosa! Meu marido comeu um hamburgão americano (para variar… Rsrsrs!), e meus sogros foram de salada. Por aí nota-se que o cardápio é bem variado. #SUPERRECOMENDO!
 
Afffff!!! É isso! Podem ir com fé que a blogueira aqui é entendida em comer bem! Hahaha! Espero que vocês tenham curtido o post.
Bjo bjo bjo!


VOCÊ PODERÁ GOSTAR…

INSTAGRAM

@MAYSALEAO